recomeçando a vida em família

A lição deste trimestre vem tratando de assuntos sobre as várias facetas da vida familiar, o que tem me feito refletir sobre como é minha família hoje, as escolhas que eu fiz influenciada por motivos diversos e para onde desejo conduzi-la. Por vezes li as orientações que estão escritas na Bíblia e não consegui absorver como deveria, até porque entendia como regras para ser certinho e não como zelo de Deus por mim. Obviamente fiz muitas escolhas erradas e colhi as consequências, nem sempre boas ou algumas são boas mas não são simples ou fáceis. O exercício de olhar para trás para descobrir porque hoje estou aqui, me ajudou a ter mais compaixão de mim mesmo, pegar na minha própria mão e dizer para mim mesmo: se levante, vamos continuar a jornada, nós não podemos parar!

É incrível como à luz da Bíblia fica fácil compreender que se eu tivesse feito diferente, seguido os conselhos, poderia ter tido uma vida muito mais tranquila e feliz. Hoje não tenho mais motivos para afirmar que tudo que passei foi da vontade de Deus, pois realmente não foi. Eu decidi fazer quase tudo sozinha e quase tudo não deu certo.

Reconhecer e aceitar a minha condição hoje, me colocando em humildade aos pés de Cristo, pedindo dele a Sua misericórdia, me trouxe a única e maravilhosa oportunidade de fazer tudo diferente daqui para frente.

É como se Ele me tivesse dado um caderno novinho com todas as folhas em branco para que eu possa escrever uma nova história. Estar na posição inicial novamente me abre um leque gigante de oportunidades. Posso escolher me intimidar, me contentar com pouco ou posso acreditar nas promessas e tomar posse delas para crescer de maneira consistente e saudável.

Fazer escolhas diferentes sobre como cuidar de minha mente, do meu corpo, dos meus relacionamentos com familiares, colegas de trabalho e amigos, como desenvolver a minha sexualidade para um patamar mais elevado fugindo da futilidade e descompromisso que já conheço muito bem e nada traz de bom, como moldar a mente do meu filho, como me relacionar com Deus, como quero ser como esposa, quem vai andar ao meu lado… agora o meu trabalho é dobrado, pois pede desconstrução de mim mesmo e a construção de novos padrões mentais.

Como eu queria não ter vivido muitas das experiências que vivi e me machucaram profundamente. Isso infelizmente não posso apagar. Porém, Ele me deu a grande oportunidade: começar tudo de novo, me recusando definitivamente repetir o que sei que não deu certo. Mais importante que saber o que não deu certo é saber como fazer para dar certo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s